Pular para o conteúdo principal

Você conhece a origem do preservativo?

Existe um objeto muito utilizado nos dias de hoje, ele tem sido vital para a não disseminação de doenças 
gravíssimas e também no controle de natalidade, muitas pessoas o utilizam todos os dias e muitos 
rapazes o guarda na carteira… Isto mesmo, o objeto do qual vou falar hoje é o preservativo.





Acontece que historicamente os estudiosos jamais concordaram com a origem do preservativo, discordando 
da data de criação e criando diversas versões, uma mais bizarra e esquisita do que a outra. A primeira delas
 é baseada em um manuscrito médico egípcio de 1850 a.C., nele está escrito que os faraós utilizavam panos
 banhados no mel e excremento de crocodilo (sim, eca!) para evitar a gravidez, este tecido nojento era 
utilizado pelas mulheres dentro da vagina, assim evitando a gravidez.

Já outros dizem que os gregos que foram os pioneiros quando o assunto era proteção, existe uma lenda que conta que Procris, filha do rei Erechteus, relacionou-se com Minos, filho de Zeus. Porém, este filho do deus mais poderoso da mitologia tinha em seu sêmen serpentes e escorpiões, por isso Procris envolveu o órgão genital de Minos em uma bexiga de cabra. Como na época as lendas eram baseadas na vida e a vida acabava se tornando lenda, acredita-se que os gregos tinham métodos para a não transmissão de doenças sexuais há muito tempo.


Porém, há outro registro histórico criado por um jornalista francês chamado Vincent Vidal, ele fez uma pesquisa e publicou, na época, um livro chamado La Petite Historie du Préservatif ( A pequena história do preservativo) onde ele narra a história do tal objeto. Ele defende que a camisinha só foi criada durante o século 10 na Ásia, quando os chineses começaram a utilizar papel de seda lubrificado em óleos para evitar a gravidez. Ele também acredita que os japoneses tinham seu próprio método que utilizava a carapaça de tartaruga. (O que? o.O)

Nos Estados Unidos e na França, o preservativo é chamado de Condom, este termo tem uma origem praticamente desconhecida, porém muitos acreditam que ele deve-se ao fato de a criação da camisinha ter sido feita por um médico chamado Dr. Condom durante o século 17. Nesta versão, o objeto seria feito com tripas de intestino de carneiro. Já o termo camisinha deve-se a William Shakespeare, em um de seus romances o escritor chamou o preservativo de “luva-de-Vênus”, isto em homenagem a deusa romana do amor. Quando traduzido para o português, os responsáveis pela tradução resolveram chama-la de “camisa-de-Vênus”, dando origem ao nome que utilizamos hoje.


E então, imaginava esta esquisita origem para um objeto tão comum nos dias de hoje? Comente!

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Loiras peitudas

Clique na imagem para aumentar





























Gostosas de seios fartos

Descubra Jojo Babie

Jojo Babie é uma gata de atributos exagerados e é exatamente por conta deles que a asiática, que vive na Califórnia, vem conquistando cada vez mais admiradores na Internet. Babie também lembra muito a modelo sensual Anastasiya Kvitko. As fotos altamente sensuais e curvas perfeitas fizeram de Jojo um verdadeiro fenômeno nas redes sociais. No Instagram, ela se gaba: "Sou sua garota asiática favorita". Confira agora Jojo Babie, o fenômeno das redes sociais asiática!